Notícias

Success is a journey, not a destination

Your 2018 European Conference has designed a stimulating, challenging and fun day for you to;Share the Journey taken by Club Managers just like you as they reveal how they managed recent major events to a successful outcome.

12º Portugal Masters – CAMPEÕES DE MAJORS EM VILAMOURA

SERGIO GARCIA, PADRAIG HARRINGTON, DANNY WILLETT, ANGEL CABRERA E JOSÉ MARIA OLAZÁBAL VÃO COMPETIR NO DOM PEDRO VICTORIA GOLF COURSE, TAL COMO O THORBJORN OLESEN QUE LOGO DEPOIS ESTARÁ NA RYDER CUP.

Sergio Garcia, Padraig Harrington e Danny Willett vão trazer um sabor de Majors ao Portugal Masters, quando se apresentarem no Dom Pedro Victoria Golf Course, de 20 a 23 de setembro, com Pro-Am no dia 19.

 

Garcia, que apoderou-se do seu primeiro título de Majors no Masters em 2017, compete pela primeira vez no Portugal Masters, mesmo antes de jogar a Ryder Cup pela nona vez, no Le Golf National, em Paris, depois de ter recebido um dos convites do capitão da equipa europeia, Thomas Bjørn’s. Harrington, campeão de três torneios do Grand Slam, procura conquistar o título português pela segunda vez, depois do seu sucesso de 2016, enquanto o ex-campeão do Masters, Willett, regressa pela sétima vez ao autêntico santuário de golfe que é Vilamoura.

O espanhol Garcia, o irlandês Harrington e o inglês Willett são as duas grandes estrelas de uma lista de inscritos que inclui o campeão do ano passado, o dinamarquês Lucas Bjerregaard; o seu compatriota Thorbjorn Olesen, que vai jogar logo depois na seleção europeia da Ryder Cup; e os antigos campeões do Portugal Masters Alexander Levy (França), Shane Lowry (Irlanda) e Andy Sullivan (Irlanda).

A lenda do golfe espanhol, José Maria Olazábal, e o argentino Angel Cabrera, cada um com dois títulos em Majors, acrescentam classe a um diversificado lote de participantes, com representantes de todas as zonas do globo, incluindo o n.º1 chinês Haotong Li; o tailandês Thongchai Jaidee, oito vezes vencedor de torneios do European Tour; e o inglês Matt Wallace, que venceu o torneio da semana passada na Dinamarca, o seu quarto título do European Tour, depois de ter-se estreado na galaria de campeões na edição de 2017 do Open de Portugal@Morgado Golf Resort.

Garcia estreou-se em vitórias em eventos do Grand Slam no Augusta National em 2017, numa época brilhante em que somou mais dois títulos e garantiu o prémio do European Tour/Hilton de Jogador do Ano. «Estou muito satisfeito de adicionar o Portugal Masters ao meu calendário competitivo pela primeira vez. Estas serão algumas semanas entusiasmantes que tenho pela frente e estou desejoso de jogar bem diante do público de Vilamoura e ganhar boas sensações mesmo antes de viajar para Paris na semana seguinte», disse o espanhol.

O irlandês Padraig Harrington ganhou o The Open Championship (vulgo British Open) em 2007 e 2008, e ainda o PGA Championship em 2008, tendo ainda marcado presença em seis edições da Ryder Cup. O jogador de 47 anos venceu o Portugal Masters em 2016 com um nível de jogo impressionante. Na altura, apoderou-se do seu primeiro título em oito anos, graças a uma última volta isenta de bogeys de 65 pancadas, para um agregado de 23 abaixo do Par, que permitiu-lhe superar por 1 única pancada o campeão do ano anterior, o inglês Andy Sullivan.

Harrington regressa para tentar somar o seu 16.º troféu no European Tour, uma semana antes de viajar para Paris, para assumer o papel de vice-capitão da seleção europeia da Ryder Cup, comandada pelo capitão Thomas Bjorn. «Gosto sempre de voltar ao Portugal Masters – disse “Paddy” – e fiquei muito contente por há dois anos ter adicionado este título ao meu palmarés”.

Danny Willett tornou-se no primeiro inglês desde Nick Faldo a envergar o Casaco Verde (do Masters), ao impôr-se no Augusta National em 2016 e regressa ao Portugal Masters pelo segundo ano seguido. «Apreciei imenso voltar a Portugal no ano passado, depois de ter estado alguns anos ausente e foi por isso que fiz questão de marcar de novo este torneio na minha agenda competitiva. No passado já joguei bem no Dom Pedro Victoria Golf Course e estou, por isso, à espera de ter mais uma boa semana lá», disse, referindo-se aos seus três top-10 em seis presenças na prova do Turismo de Portugal.

O Portugal Masters integra o calendário do European Tour desde 2007, distribui dois milhões de euros em prémios monetários e regressa pelo 12.º ano consecutivo ao percurso desenhado pelo campeoníssimo Arnold Palmer, o Dom Pedro Victoria Golf Course. Os bilhetes para o Portugal Masters de 2018 estão à venda até Domingo 16 de setembro para quem desejar usufruir de preços bonificados. Depois, ficarão apenas disponíveis ao preço final de balcão. Mais informações sobre venda de ingressos e pacotes VIP em europeantour.com/tickets.

Texto: Hugo Ribeiro

Legenda de Fotografias: Sergio Garcia
Assinatura de fotografia: Getty Images

GABINETE DE IMPRENSA DO PGA EUROPEAN TOUR NO PORTUGAL MASTERS

Lisboa, 6 de setembro de 2018

12º Portugal Masters – RICARDO MELO GOUVEIA MOTIVADO PARA MAIS FEITOS

NOVE PORTUGUESES ESTARÃO NO DOM PEDRO VICTORIA GOLF COURSE, A SEGUNDA MAIOR PARTICIPAÇÃO NACIONAL DE SEMPRE NO MAIS IMPORTANTE TORNEIO DE GOLFE PORTUGUÊS, DE 2 MILHÕES DE EUROS EM PRÉMIOS MONETÁRIOS.

Ricardo Melo Gouveia regressa ao Portugal Masters cheio de ambição, um ano depois de ter alcançado a melhor classificação de sempre de um português no torneio que o European Tour irá realizar de 20 a 23 de setembro, com o Pro-Am agendado para o dia 19.

 

«Estou bastante entusiasmado por estar quase aí à porta mais uma edição do Portugal Masters. Para mim e para qualquer jogador português é o quinto major do ano», disse o atleta olímpico português.

Ricardo Melo Gouveia foi 5.º classificado no Portugal Masters do ano passado, com o excelente resultado de 14 pancadas abaixo do Par do Dom Pedro Victoria Golf Course, empatado com Filipe Lima.

Lima não regressa este ano a Vilamoura por estar mais investido em terminar a época no top-15 do ranking Challenge Tour, preferindo competir nessa semana num torneio francês da segunda divisão europeia. A mesma decisão foi tomada por Pedro Figueiredo.

«O 5.º lugar do ano passado deixou-me com uma vontade enorme de melhorar este ano e, quem sabe, dar uma grande alegria ao golfe português. É um sonho, um objetivo meu desde pequeno, mas não vou mudar nada em termos de preparação e de expectativas para o torneio», disse o profissional da Quinta do Lago, que tem uma relação especial com o campo por ter sido jogador do Clube de Golfe de Vilamoura antes de rumar para o circuito universitário norte-americano.

Ricardo Melo Gouveia ocupa a 129.ª posição na Corrida para o Dubai desta semana e precisa de terminar a época no top-100 para manter-se na primeira divisão europeia em 2019. Há um ano o top-5 no Portugal Masters foi fundamental para segurar o cartão no European Tour. Doze meses volvidos, o cenário é semelhante.

O único português a competir a tempo inteiro no European Tour em 2018 foi o único golfista nacional a entrar diretamente na lista de inscritos do Portugal Masters, que distribui 2 milhões de euros em prémios monetários, mas haverá mais oito convidados: sete profissionais e dois amadores.

A presença de nove portugueses significa a segunda melhor participação nacional de sempre no mais importante torneio português de golfe, depois dos 13 do ano passado.

Ricardo Santos, Tiago Cruz, Tomás Silva, João Carlota, Tomás Melo Gouveia e Miguel Gaspar são os profissionais que receberam convites da PGA de Portugal, enquanto os amadores Vítor Lopes e Afonso Girão foram contemplados com convites da Federação Portuguesa de Golfe.

Ricardo Santos deteve o recorde da melhor classificação de um português no Portugal Masters até aos 5.º lugares de Melo Gouveia e Lima no ano passado. Foi em 2012 que Ricardo Santos terminou em 16.º com 6 pancadas abaixo do Par, levando então atrás de si hordas de espectadores portugueses.

O algarvio é um ídolo do golfe nacional desde que se tornou nesse ano apenas no terceiro português a vencer um torneio do European Tour, depois de Daniel Silva e Filipe Lima.

Tendo sido jogador de Vilamoura toda a sua vida, conhece o campo como ninguém. Este ano Ricardo Santos venceu o 4.º Palmares Classic do Portugal Pro Golf Tour.

Os restantes profissionais portugueses têm obtido em 2018 alguns resultados de relevo em provas internacionais.

O vice-campeão nacional, João Carlota, acabou de vencer na semana passada a Taça Ibérica, inserida no Seve Ballesteros Tour (circuito profissional espanhol), e também foi 3.º classificado no Obidos International Open, do Alps Tour (uma das terceiras divisões europeias). No PGA Portugal Tour (circuito profissional português) venceu o Optilink PGA Open.

Tomás Melo Gouveia tem competido esta época no Pro Golf Tour (outra das terceiras divisões europeias), no qual alcançou cinco top-10, incluindo um 2.º lugar no Gut Bissenmoor Classic.

Miguel Gaspar estreou-se este ano no Challenge Tour (segunda divisão europeia) e sagrou-se vice-campeão do Alps de Andalucia, do Alps Tour (terceira divisão).

Tiago Cruz arrancou um bom 4.º lugar no Open de Portugal @ Morgado Golf Resort do Challenge Tour; venceu o 3.º Palmares Classic do Portugal Pro Golf Tour e há duas semanas foi 2.º classificado no WGM Beroun Czech Open, do circuito profissional da República Checa.

Tomás Silva venceu em 2017 a Ordem de Mérito 1080 Produções/PGA Portugal (ranking nacional de profissionais) um ano depois de ter sido o n.º1 do Ranking Nacional BPI/FPG (a classificação de amadores). Foi ainda 15.º no Challenge de España, do Challenge Tour; 8.º no Obidos International Open, do Alps Tour; 2.º Guardian Bom Sucesso Classic e 3.º no Penina Classic IV, ambos eventos do Portugal Pro Golf Tour.

Entre os amadores, Vítor Lopes merece grande destaque porque obteve este ano a sua primeira vitória em torneios internacionais de profissionais, no Álamos Classic, do Portugal Pro Golf Tour. O algarvio que representa do Clube de Golfe de Vilamoura elevou em fevereiro o troféu mais importante do nosso país para amadores, o Campeonato Internacional Amador de Portugal, e, uma vez mais, entre profissionais, brilhou no último Open de Portugal @ Morgado Golf Resort, do Challenge Tour, com um 14.º lugar (-1).

Vítor Lopes está neste momento no Campeonato do Mundo Amador por Equipas, o Eisenhower Trophy, na Irlanda, integrando a seleção nacional que conta também com Afonso Girão. E se Vítor Lopes já participou várias vezes no Portugal masters, para Afonso Girão será a estreia no Portugal Masters do amador do Oporto Golf Club, um membro habitual das seleções nacionais da FPG.

Os bilhetes para o Portugal Masters de 2018 estão à venda até 16 de setembro com preços bonificados. Informações sobre venda de ingressos e pacotes VIP em europeantour.com/tickets.

Texto: Hugo Ribeiro

Legenda de Fotografia: Ricardo Melo Gouveia no Portugal Masters 2017
Assinatura de fotografia: Andrew Redington/Getty Images

GABINETE DE IMPRENSA DO PGA EUROPEAN TOUR NO PORTUGAL MASTERS

Lisboa, 6 de setembro de 2018

Estudo: The Truth About Golf – 9. Universal Truths on Golf

O R&A e a International Golf Federation levaram a cabo um estudo intitulado “The Truth About Golf – 9. Universal Truths on Golf”, que pretende dotar os agentes do golfe de uma ferramenta de comunicação com dados relativos ao golfe.
É um documento simples e de leitura rápida, que analisa o impacto económico e ambiental do Golfe, o seu contributo para a saúde e bem estar das populações e respetivo modelo de governação.

Consultar estudo >

IX Congreso y campeonato de la AEGG: 12, 13 Y 14 de noviembre en Oliva Nova

Oliva Nova Beach & Golf Resort y la Asociación Española de Gerentes de Golf han llegado a un acuerdo para celebrar el IX Congreso y Campeonato Nacional de Gerentes de Golf de la AEGG durante los días 12, 13 y 14 de noviembre en el  incomparable complejo de Oliva Nova, en Denia, en la Comunidad Valenciana. Un resort y un gran campo de golf diseñado en 1995 por Severiano Ballesteros. Un campo largo y llano, con obstáculos de agua que será el marco del IX Campeonato Nacional de Gerentes de Golf válido para la Ryder Cup Hispano Portuguesa 2019.

LEER MÁS >

MDP I del 10 al 14 de septiembre en Guadalhorce Golf

La Asociación Española de Gerentes de Golf realizará con Club Managers Association of Europe la segunda edición del Management Development Programme nivel I en español.

DESCARGAR DOCUMENTO INFORMATIVO
Estos cursos se desarrollan para dar respuesta a la necesidad de formación empresarial especializada en golf. Perseguimos la formación integral de la industria del golf, mediante el desarrollo de conocimientos específicos, aptitudes de liderazgo e iniciativa personal que les lleven a adoptar decisiones creativas

Scroll to top